Ainda sem título (cont. II)

Há um mês dei início ao meu primeiro livro de crônicas. Até agora, oito capítulos concluídos. Feliz por estar cumprindo os prazos a que me propus. Um capítulo por semana, ou melhor, por fim de semana. Até o final de abril espero terminar os 25 planejados no roteiro.

Os primeiros capítulos estão assim − provisoriamente ou não − intitulados, com as respectivas datas de criação:

1. Casca de banana (02/01/2012)
2. Duas notícias: uma boa e uma má (03/01/2012)
3. Escola para todos (04/01/2012)
4. Rotina nossa de cada dia (05/01/2012)
5. As quatro estações (06/01/2012)
6. Aprendendo a conjugar o verbo ‘voluntariar’ (14/01/2012)
7. “Quantas vezes você faz sexo por semana?” (21/01/2012)
8. Times Square: a ‘zona’ que virou parque de diversão (28/01/2012)

As palavras se transferem da minha memória biológica para a memória digital do meu laptop, assumindo o formato de crônicas, nas quais discorro as situações e experiências vividas em Nova York, em 1997, que se atualizam com dados que vou buscando na internet e informando à parte.

Os capítulos criados até agora não obedecem a ordem cronológica dos acontecimentos. By the way, ‘obedecer’ nunca foi mesmo o meu forte, caso contrário eu não estaria aqui, acho.

Ao concluir a primeira etapa, ou seja, a criação dos capítulos, visitarei NY e os amigos, antes da edição e revisão finais. Checarei in loco cada um dos lugares e informações, renovarei os laços com tudo e todos, tratando de manter os olhos bem abertos para a cidade que nunca dorme.

Por que não faço essa checagem antes? Para não influenciar minhas memórias. Elas precisam ser fiéis aos acontecimentos no tempo. “Mas ela já retornou várias vezes a NY nesses quinze anos”, alguém pode dizer; Sei, mas essa será a primeira em que vou com esse objetivo.

Até o próximo post! Continuem na torcida, amigos! Um beijo a todos e obrigada por todas as manifestações de apoio e carinho recebidas pessoalmente, por email ou através deste blog.

P.S. Agradecimento especial às minhas queridas amigas Almira, Ellie e Gael, que concordaram em ser citadas nesse livro. Eu não poderia escrever sobre NY sem mencionar o quanto elas foram e continuam sendo importantes em minha vida.

Sobre Celma Prata

Celma Prata é jornalista profissional e escritora. Autora dos livros "Descascando a Grande Maçã" [Sete_2012] e "Viver, Simplesmente" [Sete, 2016]. Atualmente integra o Conselho Editorial do Jornal AgroValor. É membro efetivo da Academia Fortalezense de Letras, da Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil e da Sociedade Amigas do Livro, onde lidera o conselho gestor para o biênio 2016-2018. Ver todos os artigos de Celma Prata

8 respostas para “Ainda sem título (cont. II)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

prata-na-crônica

Crônicas, Jornalismo e outras Narrativas

Livros e Leitura

Universo mágico da leitura

Mariel Fernandes

As vistas do meu ponto

Riksaint Space

Um espaço dedicado às energias renováveis.

Estalos da Vida

As vezes a felicidade começa em um estalo!

Sobre os dias

sensações, vinhos e faltas.

Vila das Noivas

por Ingrid Martins e Aline Farias

%d blogueiros gostam disto: